Mensagens
Oferta de Sacrificio

oferta sacrificoA partir de nossa realidade diária é impossível entender algumas passagens da Bíblia. Para começar somos do ocidente, temos costumes, regras, tradições e maneiras de pensar completamente diferentes dos povos do oriente. Coisas que para nós não fazem qualquer sentido, são extremamente significativas para outros povos.

Gideão recebeu a visita do anjo do Senhor e fez sua pequena oferta: um cabrito e pães sem fermento. Gideão ofereceu a Deus o que tinha em casa e que não lhe faria falta. O princípio da oferta ao Senhor é o oposto do que fez Gideão, toda oferta tem que trazer uma parcela de sacrifício pessoal. Se você está acostumado a ofertar apenas moedinhas, esqueça. Isso não vai chamar a atenção de Deus sobre sua vida, até porque, Deus não precisa de esmolas.

Quando você faz um sacrifício ao ofertar alguma coisa que efetivamente custou uma renúncia sua, então você está no caminho certo para agradar a Deus. Mas, por que tenho de oferecer um sacrifício? Deus não precisa de dinheiro e vai me fazer falta. Realmente Deus não precisa de dinheiro, o que Ele quer é o seu coração e se o seu coração não tiver a alegria de contribuir, nenhuma oferta fará diferença em sua vida.

A oferta que faz diferença é aquela que você entrega do que custou seu sacrifício pessoal e não do que lhe sobra. Esta oferta move a mão de Deus a seu favor.

Naquela mesma noite que seu anjo apareceu a Gideão, Deus falou com ele e disse:“Toma o boi que pertence a teu pai, a saber, o segundo boi de sete anos, e derruba o altar de Baal, que é de teu pai; e corta o bosque que está ao pé dele. E edifica ao SENHOR teu Deus um altar no cume deste lugar forte, num lugar conveniente; e toma o segundo boi, e o oferecerás em holocausto com a lenha que cortares do bosque.” (Juízes 6:25-26).

Leia mais...
 
Experiencia do Monte Carmelo

Texto Bíblico: 1Reis 18.19-40
Introdução: “Elias e os profetas de Baal.” Baal, no hebraico significa “Senhor”: O supremo deus dos cananeus, correspondendo a Bel, Senhor dos babilônicos. Baal era o deus do sol, responsável pela germinação e crescimento da lavoura, e aumento dos rebanhos e a multiplicação ( Fertilidade) das famílias.

Em tempos de seca e de peste, sacrificavam vítimas humanas para apaziguar a sua ira. (2Rs 16.3; 21.6; Jr 19.5). Nesses holocaustos, a família geralmente oferecia o primogênito, a vítima sendo queimada viva.

Baal era a divindade masculina e Astarote a feminina entre os fenícios e os cananeus.
Elias no hebraico significa “Deus é Senhor” ou “Cujo Deus é Jeová.”
Ele era um benjamita, filho de Jeorão. (1Crô 8.27).

Morador de Gileade. (1Rs 17.1).
O profeta da oração eficaz. (1Rs 17.1; 18.36-38; 41-45; Tg 5.16-18).
Encontramos três grupos no Monte Carmelo:
•Os odiosos, como Acabe,
•Os diligentes como Elias,
•E os indiferentes, indecisos, que coxeavam entre dois lados.

Leia mais...
 
Aprendendo com os erros de Saul

COMO VOCÊ LIDA COM O SUCESSO E O FRACASSO? COM OS ACERTOS E OS ERROS?

O primeiro rei de Israel, Saul, tinha tudo para ser um homem de sucesso e foi um fracasso. Começou bem e terminou muito mal.
Suas decisões foram desastrosas...
Quais as lições que aprendemos com Saul no que diz respeito a erros e acertos?

SENDO SÁBIO AOS OLHOS DO SENHOR
Saul agiu com Impaciência e praticou uma ação que não era de sua competência.
Como foi que isso aconteceu?
A ordem do profeta Samuel para Saul:
8 Tu, porém, descerás adiante de mim a Gilgal, e eis que eu descerei a ti, para sacrificar holocaustos, e para oferecer ofertas pacíficas; ali sete dias esperarás, até que eu vá a ti, e te declare o que hás de fazer.
I Samuel 10:8

 Clique aqui para Ler mais ... 

 


Página 1 de 45

Versiculos

Salmos, 37:18 - O Senhor conhece os dias dos íntegros; a herança deles permanecerá para sempre.

Visite-nos

Brasil - São Paulo - SP
Endereço: R. Nova dos Portugueses, 483
(proximo a estação do metro Santana)
Bairro:  Santa Teresinha
Fone: 2236-0720
Email: contato@igrejaplenadagraca.com